Ordem dos Fisioterapeutas e Associação Americana de Fisioterapia iniciam colaboração

Ordem dos Fisioterapeutas e Associação Americana de Fisioterapia iniciam colaboração

A Direção e o Gabinete de Estudos e Planeamento da Ordem dos Fisioterapeutas reuniram-se, no dia 11 de julho, com representantes da Associação Americana de Fisioterapia –  (APTA) American Physical Therapy Association (Presidente – Roger Herr, Vice-Presidente de Relações Públicas – Aaron Bishop, Diretor-Executivo – Justin Moore e o Diretor de Relações Públicas – Emilio Rouco) para começar a colaborar no desenvolvimento da profissão em Portugal.  

A APTA concordou fornecer assessoria sobre as atuais questões da profissão à Direção da Ordem e acesso eletrónico aos recursos habitualmente disponibilizados aos membros da Associação, como forma de apoiar as iniciativas da Ordem. 

A Direção da Ordem dos Fisioterapeutas está extremamente reconhecida à Associação Americana de Fisioterapia e aguarda com expetativa uma colaboração frutífera. 

Bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas e Bastonário da Ordem dos Farmacêuticos reunidos

Bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas e Bastonário da Ordem dos Farmacêuticos reunidos

O Bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas, António Lopes, e o Bastonário da Ordem do Farmacêuticos, Helder Mota Filipe, estiveram reunidos no passado dia 14 de julho. No encontro, esteve igualmente presente o Secretário-Geral da Ordem dos Farmacêuticos, Jorge Batista.

A reunião teve como objetivos a apresentação de cumprimentos e dar continuidade à colaboração já estabelecida entre as duas Ordens, tendo ficado sublinhada a vontade de prosseguir a cooperação entre as duas instituições. 

Da parte da Ordem do Fisioterapeutas, foi sublinhado o particular interesse em conhecer mais aprofundadamente o sistema de creditação de atividades de desenvolvimento profissional contínuo, em vigor na Ordem dos Farmacêuticos e ficou prevista a realização de uma reunião de trabalho mais específica sobre este sistema. A análise da experiência da Ordem dos Farmacêuticos, enquanto autoridade competente para o reconhecimento profissional, e o trabalho desenvolvido a nível europeu são outros temas de interesse. 

Nesta reunião entre os dois Bastonários, foram ainda analisados outros assuntos da atualidade, relativos ao enquadramento das Ordens profissionais.

Cédulas Profissionais dos Fisioterapeutas

Cédulas Profissionais dos Fisioterapeutas

As cédulas profissionais dos Fisioterapeutas começaram a ser expedidas por correio registado simples. Este primeiro lote deverá chegar, nos próximos dias, aos respetivos titulares.
Na sua conduta profissional, o Fisioterapeuta deve identificar-se de forma rigorosa, como membro da Ordem, nomeadamente através do nome profissional e do número de cédula profissional.
Para o Bastonário António Lopes, «a posse da cédula, em formato de cartão, permite cumprir mais facilmente esse dever de conduta, e é um passo importante no reforço da identidade individual e da imagem coletiva dos Fisioterapeutas».

Ordem dos Fisioterapeutas participa na 7.ª edição do Porto International Hip Meeting

Ordem dos Fisioterapeutas participa na 7.ª edição do Porto International Hip Meeting

Decorreu, nos passados dias 1 e 2 de julho, a 7.ª edição do Porto International Hip Meeting (PIHM2022). O Bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas, António Lopes, participou neste evento de dois dias de atualização e discussão sobre patologia da anca, nomeadamente numa sessão que valorizou a importância do Fisioterapeuta no processo de reabilitação dos pacientes com disfunção da anca e a relação em equipa com os Ortopedistas: “sermos duas profissões distintas e complementares faz com que sejamos naturalmente parceiros e possamos desenvolver a nossa atividade de forma centrada naquilo que é essencial, que é a prestação de melhores cuidados aos nossos utentes”, referiu.

Com o apoio do painel internacional dos Ortopedistas da Comissão Organizadora geral do PIHM2022 , Jorge Cruz de Melo, Fernando Leal, Paulo Rego, Manuel Ribas, Ana Castel, Pedro Dantas, Lafayette Lage e Carlomango Cardenas, a sessão dedicada à Fisioterapia, que decorreu pela segunda vez no âmbito deste evento, teve a presença de quatro membros organizadores – Álvaro Magalhães, Baltazar Moutela, Nelson Azevedo e Paulo Oliveira – e da Comissão Científica, com cinco membros – Duarte Pereira, Fernando Ribeiro, Nuno Cordeiro, (1º Vice-Presidente da Direção da Ordem dos Fisioterapeutas), Rui Gonçalves e Rui Torres.

Na sessão referida, que teve cinco mesas-redondas sob os temas ‘Cirurgia da Anca’, ‘Desporto’, ‘A cirurgia como último recurso’, ‘O futuro da Fisioterapia e da Ortopedia’, bem como a apresentação de casos reais: ‘A minha história da anca’, foi apresentada e discutida a importância do Fisioterapeuta em todas as fases do processo de intervenção dos pacientes com disfunções da anca, nomeadamente na avaliação e definição de objetivos de tratamento e intervenção; no apoio ao paciente no processo de decisão de procedimentos e plano de tratamento e no acompanhamento pré-operatório e pós-operatório em internamento ou ambulatório.

Na sua intervenção, o Bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas, António Lopes, focou-se também no enquadramento dos desafios da profissão e dos Fisioterapeutas em darem resposta às necessidades de todos os pacientes que recorrem aos seus serviços.

O Bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas na apresentação do livro “A Compendium of Interventions for the Noninvasive Management of Ventilatory Pump Failure”

FMUP

O Bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas, António Lopes, esteve presente na apresentação e lançamento do livro “A Compendium of Interventions for the Noninvasive Management of Ventilatory Pump Failure”, um compêndio de estratégias ventilatórias não invasivas para pacientes respiratórios graves, do professor catedrático da Rutgers University (EUA), John Bach, considerado uma “lenda viva” da medicina respiratória, em co-autoria com o professor Miguel Gonçalves, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP). Parte da obra, de cerca de 700 páginas distribuídas por 38 capítulos, é dedicada à Fisioterapia Respiratória, área de especialidade de Miguel Gonçalves, que integra também o Conselho Geral da Ordem dos Fisioterapeutas. A cerimónia de lançamento decorreu no dia 1 de julho, na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, e contou com a presença de vários Fisioterapeutas.

Encontro da Ordem dos Fisioterapeutas com a SOCIFIN Portugal

Encontro da Ordem dos Fisioterapeutas com a SOCIFIN Portugal
A Ordem dos Fisioterapeutas reuniu-se no dia 24 de junho com a SOCIFIN Portugal, a delegação portuguesa da Sociedade Científica da Fisioterapia Invasiva. 
A SOCIFIN Portugal apresentou a sua visão sobre os procedimentos invasivos em contexto músculo-esquelético e os desafios futuros que se relacionam com a análise da sua evidência e efetividade no âmbito do processo de fisioterapia. A Ordem reiterou a disponibilidade para trabalhar com todas as sociedades científicas que promovam o desenvolvimento da Fisioterapia.
Em representação da Ordem estiveram presentes o Bastonário, Vice-Presidente e vogais, respetivamente, António Lopes, Nuno Cordeiro, Pedro Rebelo e Afonso Neutel. A SOCIFIN Portugal esteve representada pelo seu Presidente José Pedro Leite e pela vice-presidente Rita Moreira.” 

Fisioterapeutas: seguro de responsabilidade civil profissional

Fisioterapeutas: seguro de responsabilidade civil profissional

Já se encontra em vigor o seguro de responsabilidade civil profissional, na sequência do concurso público promovido pela Ordem dos Fisioterapeutas. A proposta vencedora da Fidelidade – Companhia de Seguros S.A., a ser executada pela Willis, Corretores de Seguros S.A., oferece condições e garantias específicas para todos os Fisioterapeutas inscritos na Ordem, que não tenham a sua inscrição suspensa ou cancelada. Pode consultar a apólice e as Perguntas Frequentes sobre o seguro de responsabilidade civil profissional na área reservada.

Com a execução deste seguro, a Ordem responde assim à obrigatoriedade legal de todos os membros terem um seguro de responsabilidade civil e mantém-se empenhada na construção dos alicerces de uma Ordem dos Fisioterapeutas forte, que regule a profissão e represente os seus profissionais, protegendo igualmente os utilizadores dos serviços de fisioterapia. 

Bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas participou na discussão do Plano Estratégico da Escola Superior de Saúde de Santa Maria

Bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas participou na discussão do Plano Estratégico da Escola Superior de Saúde de Santa Maria

O Bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas, António Lopes, foi convidado a participar na discussão do Plano Estratégico da Escola Superior de Saúde de Santa Maria (ESSSM) para os anos 2023-2027, que decorreu no passado dia 4 de junho, no Colégio Luso-Francês, no Porto, com a presença do Conselho de Direção, Docentes, Colaboradores, Estudantes e Parceiros da ESSSM.

Com uma reflexão centrada no percurso histórico e no futuro da Fisioterapia, o Bastonário apresentou a perspetiva integrada e integradora do trabalho que a Ordem está a fazer no âmbito do desenvolvimento e afirmação da profissão. António Lopes referiu serem três os polos motores de desenvolvimento da profissão: um polo centrado no quadro regulatório (legislativo) e de planeamento dos recursos humanos na área da saúde; um polo centrado na produção e preparação dos recursos humanos, necessários e um terceiro que emprega os recursos humanos existentes. Sublinhou que ainda que cada polo tenha diferentes intervenientes, decisores e dinâmicas próprias, os três influenciam-se mutuamente e uma alteração num dos polos pode ter impacto nos restantes.

Desta reflexão resultam os três pilares que pautam o mandato da atual Direção da Ordem dos Fisioterapeutas:

– A Fisioterapia, como uma disciplina científica (polo do ensino de base e especializado, e da investigação);

– A Fisioterapia como profissão regulamentada (polo do quadro regulatório – em que agora se adicionou a autorregulação, e a redefinição do perfil profissional, a criação do código de ética e das normas técnicas;

– A Fisioterapia como prestação de serviços (polo do emprego e utilização dos fisioterapeutas, na diversidade dos setores e dos contextos).

Neste âmbito, o Bastonário aproveitou para sublinhar a importância de um trabalho conjunto e regular entre as Instituições de Ensino Superior e a Ordem dos Fisioterapeutas, no sentido de potencializar os ganhos que o polo da regulação, por parte da Ordem, poderão ter na educação e na prestação efetiva de serviços de Fisioterapia.

13ª Assembleia-Geral da “Região Europa da World Physiotherapy”

13ª Assembleia-Geral da “Região Europa da World Physiotherapy”

O Bastonário da Ordem dos Fisioterapeutas, António Lopes, esteve presente, como observador, na 13ª Assembleia Geral da “Região Europa da World Physiotherapy”, que se realizou nos dias 19 e 20 de maio, em Praga, na Chéquia. A participação de António Lopes, que já foi chairman desta organização entre 1998 e 2010, permitiu-lhe inteirar-se dos trabalhos em curso e das prioridades para os próximos dois anos de atividade, que a Ordem integrará, quando assumir a afiliação. Recorde-se que a Ordem dos Fisioterapeutas já apresentou a candidatura à World Physiotherapy, com efeitos a partir de janeiro de 2023.

De entre os projetos em curso na World Physiotherapy destacam-se o programa relacionado com a divulgação da importância da Fisioterapia na prevenção e reabilitação das condições oncológicas, integrado  no plano europeu intitulado “EU Commission Beating Cancer Plan”, e o  “InAbled Cities: Developing Inclusive urban environments for physical activity for people with disabilities and senior citizens”, programa que visa promover a atividade física em meio urbano para pessoas portadoras de deficiências e/ou com mais de 65 anos.

Na 13ª Assembleia-Geral da “Região Europa da World Physiotherapy”, foram igualmente abordadas questões relacionadas com o apoio e desenvolvimento à investigação em fisioterapia, e com a definição das competências mínimas que devem ser exigidas na formação inicial de acesso ao exercício da profissão.

Através da participação nesta organização regional da World Physiotherapy, a Ordem dos Fisioterapeutas pretende manter uma relação de proximidade e interação com as organizações representativas dos Fisioterapeutas dos 37 países que a integram.

Para saber mais sobre a Região Europa da World Physiotherapy visite – https://www.erwcpt.eu/

Encontro da Ordem dos Fisioterapeutas com a Associação Portuguesa de Fisioterapeutas

Encontro da Ordem dos Fisioterapeutas com a Associação Portuguesa de Fisioterapeutas

A Direção da Ordem dos Fisioterapeutas (OF) reuniu-se com o novo Conselho Diretivo Nacional da Associação Portuguesa de Fisioterapeutas (APFISIO).

No encontro, que decorreu no passado dia 10 de maio, estiveram presentes o Bastonário António Lopes e os vogais Pedro Rebelo e Afonso Neutel, em representação da Ordem, e a Presidente Maria João Bigode e o Vice-Presidente Sérgio Neto, em representação da Associação.

Foram apresentados cumprimentos aos novos órgãos sociais eleitos da APFISIO e analisados os temas mais relevantes da relação institucional entre a Ordem e Associação, nos termos do memorando de entendimento assinado em 2020, no qual foi acordado estabelecer as condições progressivas e necessárias para que, logo que possível, a Ordem dos Fisioterapeutas passe a ter assento, por filiação, na World Physiotherapy.

Neste contexto, a Ordem, enquanto estrutura que regula a Fisioterapia e os Fisioterapeutas em Portugal, informou que iria formalizar a sua candidatura à World Physiotherapy (WP), com efeitos a partir de janeiro de 2023, tendo a APFISIO reconhecido com naturalidade a referida candidatura.

Com o objetivo de não interromper de forma súbita o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelos Grupos de Interesse da APFISIO, que perderiam automaticamente representatividade internacional na WP, a Ordem dos Fisioterapeutas garantiu que irá assegurar o ‘endorsement’ de todos os grupos, com carácter transitório, até que as estruturas representativas próprias da Ordem tenham condições para assumir a filiação na organização internacional.   

 O modelo de ‘endorsement’ será oportunamente analisado pela Ordem com cada Grupo de Interesse individualmente e com o Conselho Diretivo Nacional da APFisio, em função das características e necessidades de cada um.

A Ordem dos Fisioterapeutas e a Associação Portuguesa de Fisioterapeutas acordaram igualmente a realização de reuniões regulares, com vista a clarificar os respetivos papéis na prossecução dos objetivos de desenvolver a Fisioterapia em Portugal e aumentar a literacia como passo importante da afirmação da profissão.

 

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador.
Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.